Estamos no Twitter! Siga-nos para obter informações sobre Minecraft e a wiki. 
Estamos no Google + Siga-nos para obter informações sobre Minecraft e a wiki. No Google +

Minecraft

De Minecraft Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Minecraft
280px-Mclogo.svg.png
Autor(es)
Plataforma(s)
Computador
WindowsmacOSLinux
Pocket Edition
AndroidiOSFire OSWindows 10
Gear VRApple TVAmazon Fire TV
Console Edition
Xbox 360Xbox OneWii U
Playstation 3Playstation 4Playstation Vita
Education Edition
macOSWindows 10
Escrito em
Última versão
Computador
1.11.2 (1.12-pre5)
Pocket Edition
1.0.9
Console Edition
Xbox 360: TU52
Xbox One: CU42
PS3: 1.47
PS4: 1.48
PSVita: 1.47
Wii U: Patch 21
Lançado em
Computador
17 de maio de 2009 (Classic)
18 de novembro de 2011 (1.0)
Pocket Edition
Android: 16 de agosto de 2011
iOS: 16 de novembro de 2011
FireOS: 2 de abril de 2014
Windows 10: 29 de julho de 2015
Gear VR: 27 de abril de 2016
Apple TV e Fire TV: 19 de dezembro de 2016
Console Edition
Xbox 360: 9 de maio de 2012
PS3: 17 de dezembro de 2013
PS4: 4 de setembro de 2014
Xbox One: 5 de setembro de 2014
PSVita: 14 de outubro de 2014
Wii U: 17 de dezembro de 2015[3]
Education Edition
1 de novembro de 2016[4]
Faixa etária
Computador
DEJUS: L (Livre)[5]
GSRR: P (6+)[6]
GRB:12+(2016)[7]
GRB:All(2015)[8]
Pocket Edition[note 1]
Apple: 9+[9]
Google: Todos 10+[10]
Amazon: Orientação Sugerida[11]
Windows: Todos 10+[12]
PEGI: 7+[13]
ACB: M[14]
GRB:Todos[15]
DEJUS: L (Livre)[16]
DEJUS: 10[17]
Console Edition[note 1]
PEGI: 7+[18]
ESRB: E10+[19]
ACB: PG[20]
USK: 6[21]
GSRR: P (6+) (Xbox One somente)[22]
GSRR: PG12 (12+) (PS4 only)[23]
CERO: Todas as idades[24]
GRB:12+(Junho de 2016)[25]
GRB:Todas(Antes de junho de 2016)[26]
DEJUS: L (Livre)[5]
DEJUS: 10[27][28][29][30]
Windows 10 Edition[note 1]
Todos 10+[31]
DEJUS: 10[32]
Tamanho
Licença

Termos de Uso

Fonte disponível

Não

Links

Minecraft é um jogo eletrônico escrito em Java originalmente criado por Notch, mantido por Mojang AB, e parte de Microsoft Studios. é fortemente inspirado por Infiniminer.


Desde a sua criação, Minecraft foi desenvolvido quase que exclusivamente por Notch até Jens Jeb Bergensten começar a trabalhar com ele, e desde então se tornou chefe de seu desenvolvimento. Possui música criada por Daniel "C418" Rosenfeld e pinturas de Kristoffer Zetterstrand. Inicialmente lançado como o que agora é conhecido como Minecraft, o jogo foi lançado como Minecraft 1.0 em 18 de novembro de 2011. Desde o seu lançamento, Minecraft tem se expandido para dispositivos móveis e consoles.Em 6 de novembro, 2014, Minecraft e todos os ativos da Mojang foram adquiridas pela Microsoft.[33][34]

Minecraft possibilita o jogador explorar, interagir e modificar um mapa gerado dinamicamente feito de blocos de um metro cúbico de tamanho. Além de blocos, o ambiente possui plantas, mobs e itens. Algumas atividades do jogo incluem mineração de minério, a luta (PVP) contra mobs hostis, e elaborar novos blocos e ferramentas reunindo vários recursos encontrados no jogo. Modelo open-ended do jogo permite aos jogadores criar as estruturas, criações e obras de arte em vários servidores multiplayer ou os seus próprios mapas single player. Outras características incluem circuitos redstone para cálculos lógicos e ações remotas, minecarts e faixas, e um submundo misterioso chamado de Nether. Finalmente, o objetivo completamente opcional do jogo é viajar para uma dimensão alternativa chamada End, e derrotar o Dragão do End.

Compra e Disponibilidade[editar | editar código-fonte]

Main menu de Minecraft com texto aleatória de splash.[35]
O logo original de Minecraft Antes da actualização do novo logótipo para o website de 27-28 de Abril de 2011 e Beta 1.4

Minecraft Pode ser comprado por €24.90 (ou R$ 87,74 ). Todas as edições do jogo podem ser compradas como uma única compra.[36] Uma vez adquirido, o jogo pode ser jogado baixando o lançador. Os jogadores eram anteriormente capazes de jogar o jogo em seu navegador, mas esse recurso foi removido com a implementação do novo Minecraft Launcher. Também é possível comprar Minecraft por gift codes para outros, pelo mesmo preço que comprar o jogo para si mesmo.

Versões anteriores de Minecraft (Pre-classic, Classic, Infdev, Alpha, e Beta) estão disponíveis no Minecraft launcher.

Pocket Edition podem ser adquiridos no Google Play Store, Apple App Store, Amazon App Store, Windows Phone Store, Windows 10 Store, Oculus Store, Apple TV App Store e Fire TV App Store para Android, iOS, Fire OS, Windows Phone, Windows 10, Gear VR, Apple TV, e Fire TV respectivamente.

Console Edition podem ser adquiridos no Xbox 360 Marketplace, o Xbox One Markertplace, o PlayStation 3 Store, the PlayStation 4 Store, o PlayStation Vita Store, e o Nintendo eShop.

Requisitos de hardware[editar | editar código-fonte]

Veja também: Desempenho do hardware

De acordo com https://help.mojang.com/customer/portal/articles/325948-minecraft-system-requirements :


Requisitos Mínimos[editar | editar código-fonte]

  • CPU: Intel Pentium D ou AMD Athlon 64 (K8) 2.6 GHz
  • RAM: 2GB
  • GPU (Integrado): Intel HD Graphics ou AMD (formerly ATI) Radeon HD Graphics with OpenGL 2.1
  • GPU (Discrete): Nvidia GeForce 9600 GT ou AMD Radeon HD 2400 with OpenGL 3.1
  • HDD: Pelo menos 200MB para Game Core e outros arquivos
  • Versão Java: Java 6 Release 45


Requisitos recomendados[editar | editar código-fonte]

  • CPU: Intel Core i3 ou AMD Athlon II (K10) 2.8 GHz
  • RAM: 4GB
  • GPU: GeForce 2xx Series ou AMD Radeon HD 5xxx Series (Excluindo Chipsets Integrados) com OpenGL 3.3
  • HDD: 1GB
  • Último versão mais recente de Java 8 em java.com/en/download/

Requisitos de software[editar | editar código-fonte]

  • Minecraft versão 1.6 ou mais recente. As versões mais antigas precisarão ser atualizadas para as versões atuais
  • Observe que alguns usuários experimentam problemas ao jogar no Minecraft enquanto usam uma versão incompatível do Java para seu sistema operacional (32 ou 64 bits), enquanto utilizam determinadas versões do Java 7 ou enquanto várias versões do Java estão instaladas.

Se você tem um laptop com uma placa gráfica embutida (integrada), ao invés de um cartão dedicado, é altamente recomendável que você tente a demo antes da compra.

É necessária uma conexão de internet estável para que o Minecraft possa baixar arquivos de jogos, autenticar nomes de usuários e conectar-se a servidores multiplayer. Você precisará baixar e executar o Minecraft enquanto estiver conectado à Internet pelo menos uma vez; Depois, você pode jogar sem conexão com a internet, mas terá de se conectar se você gostaria de receber atualizações ou jogar online.

O Minecraft não funciona em uma torradeira toaster (Apesar de alguns realmente usando Java), seu carro (Sinta-se livre para provar que estamos errados, embora), Windows RT tablets ou Chromebook.

Informações sobre os requisitos do sistema para executar um servidor Minecraft podem ser encontradas aqui.

Gameplay[editar | editar código-fonte]

Um novo jogo de Minecraft

Player[editar | editar código-fonte]

O Player é a pessoa que controla o personagem em todo o mundo. Quando o usuário inicia um jogo, o jogador é colocado em um mundo gerado por uma seed aleatória ou especificada, com um inventário vazio. O jogador tem uma barra de saúde com 10 corações e a barra de fome com 10 carnes, e pode ser danificada por quedas, asfixia, afogamento, fogo, lava, raios, cactos, cair no vazio, etc, en

quanto a barra de fome é diminuí a partir que você corre, pula, anda, nada etc. Danos à saúde podem ser absorvidos e diminuídos pela armadura e saúde pode ser restaurada pela ingestão de alimentos ou se a dificuldade é definida como pacífica, a saúde vai se regenerar por conta própria. A fome também é um fator que o jogo não está no modo Peaceful, esgotando ao longo do tempo e ainda mais rápido ao correr. Alimentos vai reconstituir a saúde, no entanto, comer carne podre e frango cru tem a chance de envenenar o jogador. Dependendo do nível de dificuldade, um baixo nível de fome vai esgotar a saúde jogadores.

A Skin pode ser alterada na página de perfil do Minecraft.net.

Blocos[editar | editar código-fonte]

Blocos são os objetos que compõem o Minecraft, eles estão presentes em praticamente todo o jogo. Existem diferentes tipos de blocos, blocos naturais, tais como Grama, Pedra, e vários minérios são gerados aleatoriamente para o mundo. Há também blocos que os jogadores podem criar, como uma mesa de crafting e um forno. Os recursos podem ser extraídos a partir de blocos com a mão ou com o uso de ferramentas, como Picareta, entre outros. Alguns desses recursos são simplesmente blocos no inventário do jogador que pode ser colocado em outro lugar, enquanto outros são usados ​​como material para criar outros blocos ou ferramentas. Outros não tem utilidade nenhuma. A Bedrock é o único bloco que não pode ser quebrado no modo Survival, para muitos ela é considerada e é um bloco inquebrável.

Mineração[editar | editar código-fonte]

Vários minérios (em proximidade de lava) que pode ser extraído

Como o nome do jogo sugere, a mineração é um dos principais aspectos de Minecraft. Mineração é feita para extrair minério e outros materiais de abaixo da superfície do mapa. Estes minérios incluem carvão, ferro, ouro, redstone, diamante, Lapis Lazuli, e esmeralda. Estes são cruciais para fazer vários itens úteis. A mineração pode envolver escavação de um buraco da superfície ou descendo através de uma caverna, Mina abandonadas e criar áreas extras para procurar recursos.

Crafting e Fundição[editar | editar código-fonte]

Crafting permite aos jogadores criar novas ferramentas e blocos usando itens de seu inventário. Crafting foi implementado pela primeira vez em Indev e Notch ampliou as receitas de artesanato com novas versões, blocos e itens. Para criar, um jogador pode usar o 2 × 2 grade no inventário ou o 3 × 3 grade fornecida por uma mesa de crafting. Fundição requer um forno para além de combustível, e os blocos de processos, tais como minério de ferro em uma forma mais útil (por exemplo, barras de ferro).

Encantamentos e Poções[editar | editar código-fonte]

Um Altar de Encantamentos com glifos sendo absorvidos por ele

Criação de poções e encantamento são elementos de jogo adicionados no Minecraft 1.0. Voce pode criar poções a partir de vários ingredientes e água usando um Suporte de Poções. Poções são armazenadas em frascos de vidro e depois podem ser consumidas pelo jogador ou lançadas em outros mobs para gerar um efeito, com base nos ingredientes utilizados para criar a poção. Encantamento é usado para melhorar armaduras, ferramentas ou armas com um altar de encantamentos. Encantamentos mais poderosos podem ser adquiridos ao ganhar experiência e colocando estantes em volta do altar de encantamentos.

Mobs[editar | editar código-fonte]

Um creeper na luz do sol

Mobs são os animais ou monstros que habitam o mapa. Estes incluem zumbis que atacam pelo corpo a corpo; Esqueleto que têm um arco e flecha, aranhas que saltam grandes distâncias e pode escalar paredes, e trepadeiras que explodem quando perto do leitor. Mobs raros incluem Spider Jockey, que são esqueletos que ficam em cima da aranha; Endermen, que são altos e que são criaturas pretas com olhos roxos e se tornam agressivas quando o jogador olha para os olhos deles, e Slimes, que desovam no fundo do mapa. No Nether há ghasts; voando eles são mobs que cospem explodindo bolas de fogo e ataque sem provocação, e Zombie Pigmen; ele se parece muito com um porco e ao mesmo tempo com um Zumbi pois as mãos dele ficam para frente e ele sempre está segurando uma espada. Em 1.0.0, as blazes foram adicionados no Nether (elas atiram bolas de fogo e voam) e Magma Cubes, que são semelhantes aos cocos, mas saltar um pouco mais alto. No final, Ender Dragons existem, pois eles são o primeiro "chefão" do Minecraft, mas, a partir de snapshot 12w34a, o Wither foi adicionado.

Para ajudar o jogador, há vários mobs passivos: porcos, vacas, galinhas, ovelhas e lulas, e dois tipos mob domável, lobos e jaguatiricas. Os lobos vão atacar mobs inimigos, se o jogador se bater nele. Gatos, ou jaguatiricas domesticados manterá os Creepers distantes. Além lobos recursos de rendimento quando mortos, como carne bovina, porkchops, frango, lã, couro e sacos de tinta mobs passivos.

Atualmente há apenas um NPC mob: aldeões, que desovam e ficam andando pela Vila NPC.

O Nether[editar | editar código-fonte]

O Nether é uma dimensão em Minecraft, ela pode ser acessada a partir de um portal feito de Obsidian. O Nether foi adicionado no Update de Halloween em 30 de outubro de 2010. Ele foi descrito por Notch como "um mundo novo inferno". Ela consiste principalmente de Netherrack e gera cachoeiras e lagos de lava. É povoada por Porco Zombie, Blazes, Ghasts e também Wither Skeletons.

O Fim[editar | editar código-fonte]

O Fim é uma outra dimensão do jogo, onde o jogador enfrenta o Dragão do End. The End é acessível por entrar em um Portal End em uma fortaleza que fica submersa na terra. The End é composto de Fim de pedra e é habitada por Endermen.

O Fim

Multiplayer[editar | editar código-fonte]

PvP em um server multiplayer

O modo multiplayer foi introduzido em 8 de junho de 2009, para clássico, e mais tarde como SMP (Survival Multiplayer) em 4 de agosto de 2010, ele tem sido uma parte popular do jogo desde então. Minecraft são vários os tipos de servidores de Minecraft que existem hoje em dia, cada servidor opta por escolher as suas próprias regras, modo de jogo, administração etc. O termo griefer, ou seja, um jogador que causa prejuízos, é um termo comum na internet, mas se tornou famoso em servidores de Minecraft o grifer consiste em: A pessoa chega em uma construção e destrói ela seja com TNT, Lava, Explosões, quebrando blocos ou colocando blocos causando prejuízos para o servidor que terá que consertar a bagunça que ele fez.

Os Griefers são a razão pela qual muitos administradores de servidores fazem regras, mas isso foi dado um passo adiante com modificações no servidor Minecraft e até mesmo em servidores de substituição baseados em plugins, como Bukkit. Devido a esses servidores baseados em plug-in, novos recursos criados pelo usuário apareceram no Minecraft. Isso inclui recursos como dinheiro, veículos, proteção, elementos RPG e muito mais. Esses recursos normalmente não requerem modificação no cliente de um usuário e podem ser acessados usando comandos de bate-papo. Com os controles padrão, a tela de bate-papo é exibida pressionando T.

Um jogo popular em servidores multiplayer é Spleef (Um jogo na palavra de "tristeza"), um jogo onde o objetivo do jogador é fazer com que outro jogador caia no chão destruindo blocos sob os pés do oponente. Isso é normalmente jogado em uma área designada.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Version history

Criação[editar | editar código-fonte]

Notch teve a idéia do Minecraft depois de jogar Infiniminer com outros membros dos fóruns TIG Source em 2009.[37] Outras influências incluem Dwarf Fortress, Dungeon Keeper,[38] e próprio projeto anterior de Notch, RubyDung.[39]

Notchface.png Percebi que era um jogo simples, mas que essa dinâmica tinha um grande potencial para se transformar em um ótimo jogo, e começou a aparecer com coisas que eu queria mudar e coisas que eu queria acrescentar.
~ Notch em minecraft.net[40]

Quando ele começou a trabalhar no Minecraft, Notch tinha planejado para que fosse apenas um pequeno projeto. Por exemplo, quando Notch lançou o primeiro vídeo do YouTube sobre Minecraft em 13 de Maio de 2009, ele ainda não havia decidido sobre um nome, e simplesmente se referiu a ele como um "jogo de caverna".[41][42] O nome "Minecraft: Order of the Stone" (uma referência a Order of the Stick, uma história em quadrinhos na web e "uma das melhores coisas na internet")[43] foi anunciado no dia seguinte,[44] e então, foi reduzido para "Minecraft" como era muito mais simples e impedia as pessoas de confundi-lo com Order of the Stick. O jogo foi finalmente lançado como um "simples singleplayer alpha privado" em 16 de Maio de 2009.[45]

Clássico[editar | editar código-fonte]

Minecraft 0.0.11a foi lançado publicamente um dia após o lançamento privado em 17 de Maio de 2009 o jogo recebeu menção sobre IndieGames.com no dia seguinte. Esta fase foi mais tarde chamado Minecraft Classic. Em julho, Minecraft foi reescrito para usar biblioteca de jogos Java Leve (LWJGL). [19] até o Minecraft Beta reintroduziu, clássico foi a única versão do Minecraft com o modo de jogo criativo, que permite ao jogador construir e destruir blocos, permitindo que a criação de todos os tipos de objetos. Os jogadores recebem uma quantidade infinita de cada bloco para construir com. Os jogadores podem ainda jogar o modo clássico de de graça no site oficial Minecraft no Singleplayer e também em Multiplayer e Notch afirmou ele permanecerá para fins históricos.

Sobrevivência[editar | editar código-fonte]

O modo Sobrevivência foi lançado como uma versão do modo clássico em 1 de setembro de 2009. Foi a introdução do modo Sobrevivência. Nele, o jogador tinha agora tinha um objetivo, sobrevive no vasto mundo de Minecraft, o jogador teria que minerar, matar mobs, colher madeira, plantar etc. Tudo isso para poder sobreviver, além disso foi introduzido uma barra com corações que indicava quanto de saúde o jogar tinha.

Indev[editar | editar código-fonte]

Indev (abreviação de "In Development") foi lançado em 23 de dezembro de 2009, após Notch ter solicitações recebidas para deixar a comunidade experimentar novas funcionalidades que ele estava colocando no modo Survival. Indev versão 0.31 foi lançado ao público na minecraft.net / Indev e estão disponíveis somente para as pessoas que tinham comprado o jogo. Quando um novo jogo foi iniciado, o jogador iria aparecer em uma casa de madeira pré-fabricada.

Atualizações introduziu uma mais complexa e realista luz. Indev recebeu mais atualizações depois disso, adicionando algumas características fundamentais para o Minecraft. Durante sua vida útil, algumas atualizações foram dedicados principalmente para testar coisas novas, como tocha e ou incêndio. Exclusivo para Indev foi tipos de nível, semelhante a bioma s e as dimensões - por exemplo, Ilhas Flutuantes eo Sky Dimension, e Inferno e The Nether. Como Survival Test, se o jogador fosse para morrer, todo o progresso foi perdida.

Infdev[editar | editar código-fonte]

Infdev (abreviação de "Infinite Development") foi lançado em 27 de Fevereiro de 2010, e tornou-se a terceira fase do desenvolvimento do Minecraft. Ele contou com a importante adição de mapas que podem gerar infinitamente, o que ampliou as possibilidades de jogo ainda mais, bem como outros melhoramentos, incluindo novas receitas, nuvens em 3D, um novo gerador de terreno, um sistema de fluidos mais realista, e cavernas mais complexas. No entanto, Infdev desmantelou outras características, tal como o tema de mundo do Indev. Este por sua vez, marcou o fim de recursos como 'ilhas flutuantes' e 'dia permanente'. Essas remoções são compreensíveis, como principal objetivo de Infdev foi desenvolver mapas infinitos. No entanto, foram adicionadas algumas características de jogo extra e os itens, tais como a adição de carrinhos e a capacidade de renascer. Depois de ser substituído por Alpha em 28 de Junho de 2010, Infdev permaneceu disponível no site oficial do Minecraft até Setembro de 2010, quando foi removido, o que torna impossível de jogar, exceto com downgrades ou .jar.

Alpha[editar | editar código-fonte]

A versão Alpha foi lançada em 28 de junho de 2010, e trouxe muitas novidades para o Minecraft. Agora foi implantado o Multiplayer para a sobrevivência foi criado, e recursos como Circuitos Redstone, barcos, música nova (Jukebox), novos monstros, e um nível de dificuldade foram adicionados ao jogo.

A Atualização de Halloween em 31 de outubro de 2010, era uma grande atualização acrescentando biomas, Nether, novos mobs, blocos e itens, e outras mudanças.

Podia-se ver a introdução de biomas do Alpha, pelo menos em parte, de temas mundiais de Indev, e de fato o Nether não é diferente do 'Hell' tema mundo. Outra reintrodução em Alpha foi o retorno de vários jogadores. Ao contrário Criativo multiplayer Classic, multiplayer Alpha estava disponível apenas em forma de sobrevivência (logicamente chamado Survival Multiplayer).

Beta[editar | editar código-fonte]

O Beta foi o quinto estágio de desenvolvimento do Minecraft. O Beta foi lançado em 20 de Dezembro de 2010. O que foi lançado foram o novo logo e o novo launcher, conquistas e estatísticas, chuva, iluminação de luz/suave, Lãs coloridas e corantes, mais tipos de plantas (dois novos tipos de árvores e Grama longa), lobos e lulas, camas, e outros blocos e itens.

O Adventure Update foi um grande conjunto de atualizações, com foco em exploração, combate , e adicionou um fim ao jogo. Características adicionais incluem novo gerador de mundos, novos mobs, blocos, biomas, e itens. Mais estruturas adicionadas como; Vilas NPC, Strongholds, Mina abandonada. Alterando o gameplay incluindo um melhor sistema de combate incluindo critical hits e experiencia. Foi recolocado o modo Criativo, Hardcore, e um caminho para terminar o jogo indo ao The End e matando o Ender Dragon.

Originalmente planejado para sair no Beta 1.7, a primeira parte do Adventure Update foi lançado no Beta 1.8 em 14 de setembro de 2011. começando em 9 de setembro de 2011, developmental versions foi "vazado" pela Mojang.[46] Beta 1.9 nunca foi lançado, mas seis pré-lançamentos, utilizando o número da versão 1.9 foram disponibilizadas para os usuários para testar e relatar bugs de volta para a Mojang. Em 18 de outubro, um congelamento de recursos entrou em vigor e Mojang mudou tudo no Minecraft em desenvolvimento com o foco de corrigir bugs e preparar o jogo para o lançamento.[47] No dia 13 de novembro foi lançado um Release Candidate do 1.0, juntamente com uma atualização oficial para 1.8.1 que acrescentou sons na versão de desenvolvimento.[48]

Minecraft 1.0[editar | editar código-fonte]

O Ender Dragon na dimensão do Fim

O Minecraft 1.0 foi lançado em 18 de novembro de 2011 durante a Minecon. A versão inclui muitas características da atualização do modo Survival que não foram incluídos na versão Beta 1.8. A característica que teve mais diferencial, foi que agora era possível zerar o jogo, derrotando o Ender Dragon "chefão" que só poderia ser visto no The End e que só pode ser acessado através de um portal.

A versão 1.2.1 lançado em 1 de março de 2012 e acrescentou o bioma da selva. 1.3.1, lançada em 01 de agosto, fez várias alterações à jogabilidade, acrescentou modo Hardcore e outras melhorias. A atualização muito assustadora, foi a versão 1.4.2, lançada em 25 de outubro, ela incluiu novos mobs, incluindo o novo Wither (o chefão).

Tabela de Recursos[editar | editar código-fonte]

Abaixo está um breve resumo das características de cada novo marco introdutório.

Característica Pré-Clássico Clássico Indev Infdev Alpha Beta Lançamento Oficial
Criativo Survival Test Minecraft 1.0 Minecraft 1.6 Minecraft 1.9
Conta Premium Não exigido Exigido Necessário para versão completa e multiplayer Exigido
Disponibilidade Sim Apenas prêmio
Multiplayer Não Sim Não Sim Apenas prêmio
Crafting Não Sim
Inventário Não Sim Não Sim
Saúde Não Sim
Fome Não Depois de 1.8 Sim
Ciclo Dia/Noite Não Sim
Tamanho do mapa infinito Não Sim Até 29999999 blocos
Ambiente do mapa Não Sim
Cavernas Não Sim
Biomas Não Depois de 1.2.0 Sim
Definir local do Spawn Não Sim Não Sim
Morte permanente Não Sim Não Hardcore
Mobs Depois de Pre 0.0.9a (rd-132328) Sim
Água Infinita Sim Não Apenas em mapas de ilhas Sim
Redstone Wiring Não Sim
Conquistas e Estatísticas Não Depois de 1.5 Sim
The Nether Não Depois de 1.2.0 Sim
The End Não 1.9 Pre-release 3 Sim
Lã Colorida Não Sim Parcial Não Sim
Corrida Não Depois de 1.8 Sim
Criação de Animais Não 1.9 Pre-release Sim
Poções Não 1.9 Pre-release Sim
Encantamentos Não 1.9 Pre-release Sim

Outras edições[editar | editar código-fonte]

Dados de vendas. de Minecraft

Computador (PC)[editar | editar código-fonte]

A plataforma original para Minecraft e sua versão mais popular. é executado no Windows, Mac OS X e Linux, iniciado launcher ou no navegador.

Outras versões de Minecraft para o computador incluem Minecraft 4k e o PC Gamer Minecraft Demo. 4k é uma versão simples de Minecraft no estilo de outros jogos Java "4k" que Notch entrou em concursos. PC Gamer Demo é uma versão do Beta 1.3 com diálogos úteis e um limite de tempo de jogo de 100 minutos.

Pocket Edition[editar | editar código-fonte]

Notch com a Pocket Edition do Minecraft.

Minecraft Pocket Edition É projetado para plataformas móveis, com uma jogabilidade da Beta. Ele possui muitos blocos, um multiplayer WiFi local e está atualmente disponível no Google Play, na iTunes App Store, na Windows Store e na Amazon Appstore.

Minecraft Pocket Edition Foi lançado em 16 de agosto de 2011 e é projetado para plataformas móveis, com jogabilidade semelhante ao clássico. Ele estreou no Sony's Xperia Play. O jogo está sendo desenvolvido por funcionários da Mojang Jens Bergensten, Aron Nieminen, Daniel Kaplan e Tommaso Checchi. Uma versão para todos os telefones Android suportados foi lançado em 7 de outubro de 2011, após o acordo de exclusividade entre a Sony e Mojang expirou e os controles da tela de toque foram adicionados.[49][50] Em 16 de novembro, uma versão para iOS foi lançada. Em 13 de setembro, 2012, Uma versão foi lançada para a Amazon FireOS.

Console Edition[editar | editar código-fonte]

A arte da capa para Minecraft: Xbox 360 Edition.

Minecraft: Console Edition refere-se à porta de edição de computador 1.3.2 de Minecraft para consoles. Embora quase idêntico à edição de computador na maioria dos aspectos, existem várias distinções notáveis entre os dois. o Xbox 360 Edition foi concebido para poder utilizar Kinect, Embora opcional. O jogo foi atualizado continuamente por seus desenvolvedores, 4J Studios.

O Minecraft foi lançado no Xbox 360 em 9 de maio de 2012. Foi anunciado por Mojang em 7 de junho de 2011 na E3 ea data de lançamento foi anunciada em 22 de março através da conta do Twitter PlayXBLA. Kinect suporte estará disponível mais tarde.

Também foi lançado no PlayStation 3 em 17 de dezembro de 2013. Foi anunciado em 20 de agosto de 2013 e funciona de forma idêntica ao Xbox 360 Edition. O jogo tornou-se disponível desde Xbox One, o PlayStation 4, o PlayStation Vita, e o Wii U.

Pi Edition[editar | editar código-fonte]

Minecraft Pi Editon será uma versão baseada na Pocket Edition para o Raspberry Pi. Ela será totalmente gratuito para download e destina-se como uma ferramenta educacional para programadores iniciantes, que permite aos usuários manipular o código do jogo. Ele vai suportar múltiplas linguagens de programação.A partir de janeiro de 2016, esta edição foi descontinuada.

Windows 10 Edition[editar | editar código-fonte]

Logo de Minecraft Windows 10 Edition

Minecraft Windows 10 Edition foi lançado em 29 de julho de 2015 e é um porto de Minecraft Pocket Edition para Windows 10. O jogo é escrito em C ++ em vez de Java. Esta versão está disponível na Loja do Windows 10.[51]

Gear VR Edition[editar | editar código-fonte]

Minecraft: Gear VR Edition Foi lançado em 27 de abril de 2016 e é um porto de Minecraft Pocket Edition para o Samsung Gear VR.[52]

Education Edition[editar | editar código-fonte]

Minecraft: Education Edition é uma versão educacional do Minecraft especificamente projetada para uso em sala de aula. Ele é desenvolvido pela Mojang AB e Microsoft Studios e contém recursos que farão Minecraft fácil de usar em uma configuração de sala de aula. O jogo completo foi lançado em 1 de novembro de 2016.

Apple TV Edition[editar | editar código-fonte]

Minecraft: Apple TV Edition foi lançado em 19 de dezembro de 2016 e é um porto de Minecraft Pocket Edition para o Apple TV.[53]

Fire TV Edition[editar | editar código-fonte]

Minecraft: Fire TV Edition foi lançado em 19 de dezembro de 2016 e é um porto de Minecraft Pocket Edition para o Amazon Fire TV.[54]

Comparação de edição[editar | editar código-fonte]

Edição Preço (BRL) Desenvolvedor Plataformas Download Métodos de entrada Tipo de conta Alterações na skin Suporte Notas
Computador $26.95 em dólares Mojang AB Windows, Mac & Linux PCs minecraft.net Teclado e Mouse Mojang Grátis, criado pelo usuário help.mojang.com O mais recurso versão completa. Acesso a atualizações de testes ocasionais (snapshots).
Windows 10 R$ 93,90 Mojang AB Windows 10 PCs Windows Store Keyboard & Mouse
Touchscreen
Controller
Xbox Live Grátis, criado pelo usuário ou via Xbox Live support.xbox.com Preço reduzido durante o período beta Grátis se você já possui Minecraft PC(código via conta Mojang). Servidor multiplayer local multiplataforma com Pocket Edition.
Gear VR $6.99 em dólares Mojang AB Samsung Gear VR Oculus Store Gamepad Grátis,criado pelo usuário ou ou através de compra no aplicativo. support.oculus.com
Fire TV $19.99 em dólares Mojang AB Amazon Fire TV Amazon Fire TV Store Amazon Fire TV Game Controller with Alexa Xbox Live (para conquistas) Grátis,criado pelo usuário ou ou através de compra no aplicativo. App store Servidor multiplayer local multiplataforma com Pocket Edition e Windows 10 Edition.
Apple TV $19.99 em dólares Mojang AB Apple TV Apple TV App Store Controlador do jogo Apple ID
Xbox Live (para conquistas)
Compra no aplicativo support.apple.com
Pocket R$20,08 Mojang AB Muitos dispositivos iOS e Android. Apple, Google e Amazon. Touchscreen
Controlador
Xbox Live (para conquistas) Grátis,criado pelo usuário ou através de compra no aplicativo. Lojas de aplicativos Os usuários do Android têm acesso a atualizações de teste ocasionais (builds).
Education $1-5 em dólares por usuário por ano Microsoft Studios Mac e Windows 10 PCs education.minecraft.net Teclado e Mouse Microsoft Office 365 Grátis,criado pelo usuário education.minecraft.net/support Projetado para a educação.
Xbox One R$ 79,00 4J Studios Xbox One Xbox Live Controle do Xbox One Xbox Live Comprado via Xbox Live support.xbox.com Apenas R$16.00 se você já possui o Minecraft: Xbox 360 Edition. Compras e transferência de mundos de Xbox 360.
Xbox 360 R$40.00 4J Studios Xbox 360 Xbox Live Controle do Xbox 360 Xbox Live Comprado via Xbox Live support.xbox.com
PlayStation 4 R$79.99 4J Studios PlayStation 4 PSN Store Controle DUALSHOCK 4 PlayStation Network Comprado via PSN Store playstation.com/support Apenas R$ 16 se você já possui o Minecraft: PS3 Edition. Transferências de Compras e Mundos da PS3.
PlayStation 3 R$79.99 4J Studios PlayStation 3 PSN Store Controle SIXAXIS
Controle DUALSHOCK 3
PlayStation Network Comprado via PSN Store playstation.com/support
PlayStation Vita R$79.99 4J Studios PlayStation Vita PSN Store PSVita PlayStation Network Não disponível ainda playstation.com/support Permite que você obtenha o Minecraft: PS3 Edition gratuitamente e atualize para o Minecraft: PS4 Edition por R$12
Wii U $29.99 em dólares 4J Studios Wii U Nintendo eShop Wii U GamePad
Wii U Pro Controller
Controle clássico do Wii
Nintendo Network Comprado via Nintendo eShop support.nintendo.com O preço inclui seis dos mais populares add-on packs. Suporte para jogar off-screen.
Raspberry Pi Grátis Mojang AB Rasberry Pi pi.minecraft.net Teclado e mouse Nenhum Grátis, criado pelo usuário Não disponível Projetado para ensinar e mexer.

Personalização do jogo[editar | editar código-fonte]

Plugin API[editar | editar código-fonte]

Notch sempre planejou adicionar uma API de plug-in e anunciou planos oficiais para dar suporte a um no jogo em 26 de abril de 2011. Até o momento ainda não foi implementado. Em um post antes do lançamento do Minecraft 1.0, Notch disse que o plugin API estaria vindo junto com um novo launcher..[55]

Quando Jeb Tornou-se chefe do desenvolvimento do Minecraft em dezembro de 2011, ele afirmou que o plugin API seria sua prioridade, como "não há nenhuma maneira no inferno eu será capaz de adicionar tanto conteúdo quanto a internet inteira pode fazer". Ele disse que eles estavam conversando com desenvolvedores de mod já existentes, como Bukkit, Minecraft Forge, e Minecraft Coder Pack.[56]

Pacotes de recursos[editar | editar código-fonte]

O jogo suporta oficialmente mudar a maioria de suas várias texturas, sons e texto através de pacotes de recursos. Estes têm de conter uma certa estrutura de arquivos e pastas, contido em um arquivo .zip e colocado na pasta resourcepacks da pasta .minecraft. Os pacotes de recursos, bem como a pasta, podem ser acessados no menu de opções. A extensão em que os recursos são alterados depende de quantos arquivos estão contidos no pacote de recursos.

Skins[editar | editar código-fonte]

Uma skin Refere-se à textura que é colocada em um modelo de jogador ou mob.

A skin é dividida em áreas que atuam como a área de superfície do personagem (por exemplo, a área frontal da cabeça, área da perna esquerda, etc). A pele só vai permitir cor sólida; Transparência não é permitida no arquivo da pele, exceto na segunda camada, que é transparente por padrão; Jogando off-line, pixels podem ser deixados livres resultando em "buracos" na pele. A segunda camada pode ser usada para dar os óculos de caracteres, chapéus, ou outros acessórios (mesmo uma cabeça maior).

mods não oficiais[editar | editar código-fonte]

Minecraft Pode ser modificado substituindo ou adicionando arquivos de classe Java minecraft.jar. Este método de fazer modificações não é suportado por Mojang como eles podem quebrar o jogo se o mod está desatualizado, defeituoso ou está em conflito com outro mod. Algumas dessas modificações criadas pelo usuário foram encontradas para impressionar Notch ou Jeb e os autores originais foram atribuídos em Programação Adicional; Uma implementação de Paul Spooner's Forestry editor script (não realmente um mod interno),, Hippoplatimus' Mod Piston hark's Mo' mod de Criaturas (cavalos) foram adicionadas em Infdev (April 13, 2010), Beta 1.7 e 1.6.1 Respectivamente, embora o script Forester tenha sido posteriormente removido Infdev.[57][58][59][60]

Programas de terceiros[editar | editar código-fonte]

Há tantos programas projetados para Minecraft. Estes incluem editores e visualizadores de mapas em 3D, modificadores de jogo, vários programas informativos (como receitas de elaboração) e wrappers de servidores e outros programas especiais. Como com mods, estes também não são suportados por Mojang.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Minecraft: The Story of Mojang[editar | editar código-fonte]

Minecraft: The Story of Mojang é um documentário de 2012 criado por 2 Player Productions sobre a história e desenvolvimento de Mojang AB. Foi dirigido por Paul Owens e produzido por Paul Levering, Peter De Bourcier e Burnie Burns, com financiamento adicional dado através de uma campanha Kickstarter. O filme foi anunciado em 21 de fevereiro de 2011, foi transmitido no Xbox Live em 22 de dezembro de 2012 e lançado publicamente em outras plataformas, incluindo The Pirate Bay, no dia seguinte.

Minecraft: The Movie[editar | editar código-fonte]

Minecraft: The Movie é um próximo filme americano-sueco baseado no videogame do mesmo nome. Está sendo dirigido por Rob McElhenney e está previsto para ser lançado em 24 de maio de 2019.

Minecraft: The Island[editar | editar código-fonte]

Minecraft: The Island é um próximo romance de autor americano Maximillian Brooks; deve ser publicado por Del Rey Books.[61]

Outros jogos[editar | editar código-fonte]

Minecraft: Story Mode[editar | editar código-fonte]

Minecraft: Story Mode É uma aventura gráfica episódica ponto-e-clique guiada por narrativas video game baseado no jogo de vídeo sandbox Minecraft, Lançado em outubro de 2015 em várias plataformas com uma versão do Windows 10 em 16 de dezembro de 2015, uma versão do Wii U em 21 de janeiro de 2016 e uma versão do tvOS em 24 de agosto de 2016. O jogo foi desenvolvido por Mojang AB, O desenvolvedor de Minecraft, em colaboração com Telltale Games. Música para o jogo foi composta por Anadel, uma banda de folk atmosférico com sede na Califórnia. O jogo segue o formato episódico que Telltale usou para Seus títulos anteriores, Onde as escolhas e ações dos jogadores têm efeitos significativos em elementos da história posterior.

Mercadoria[editar | editar código-fonte]

Lego Minecraft[editar | editar código-fonte]

Os quatro Minecraft Handbooks atuais

Em dezembro de 2011, Mojang apresentou o conceito de Minecraft mercadoria para Lego Para o programa Lego Cuusoo, do qual recebeu rapidamente 10.000 votos pelos usuários, levando Lego a rever o conceito.[62] Em 24 de janeiro de 2012, a Lego Cuusoo anunciou o conceito foi aprovado e eles iriam desenvolver conjuntos baseados em torno de Minecraft. Em fevereiro de 2012, o primeiro Conjunto Micro World deLego Minecraft foi exibido e disponibilizado para pré-encomendas, com lançamento previsto para o verão de 2012. [63]

Minecraft Books[editar | editar código-fonte]

Os Livros Oficiais do Minecraft são uma série de guias para Minecraft, Escrito para jogadores novos e inexperientes, sendo de alta qualidade o suficiente para colecionadores. Os livros são escritos por Stephanie Milton, Paul Soares Jr. (paulsoaresjr), Jordan Maron (CaptainSparklez), Nick Farwell, Matthew Needler, Phil Southamt, Alex Wiltshire e publicado porScholastic. Existem atualmente cinco livros na série: Minecraft: Essential Handbook, Minecraft: Redstone Handbook, Minecraft: Annual 2014, Minecraft: Combat Handbook, e Minecraft: Construction Handbook Eles foram lançados pela primeira vez no Reino Unido no final de 2013 (beginner, redstone, annual 2014) e início de 2014 (combat, construction).[64]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Avaliação (PC) Publicador
92.79% GameRankings
93/100 Metacritic
A+ 1UP.com
9/10 Edge
10/10 Eurogamer
9.25/10 Game Informer
8.5/10 GameSpot
5/5 GameSpy
9.0/10 IGN

Minecraft foi inicialmente vendido em Junho de 2009 e desde então já vendeu mais de 8,7 milhões de cópias. Minecraft recebeu grande aclamação da crítica e desde então se tornou um dos jogos mais influentes e bem sucedidos indie já lançados. O jogo foi elogiado pela liberdade criativa que concede a seus jogadores, e por quanto dinâmica a jogabilidade geral é. PC Gamer listou Minecraft como o quarto melhor jogo para jogar no trabalho.[65]

A revisão da versão Alpha, por Scott Munro do Daily Record, chamou-a de "algo já especial", e exortou os leitores a comprá-lo.[66] Jim Rossignol de Rock, Paper, Shotgun também recomendou a alpha do jogo, chamando-a de "um tipo de gerador Lego de 8 bits" S.T.A.L.K.E.R.: Shadow of Chernobyl.[67] Em 17 de setembro de 2010, o site de humor sobre jogos Penny Arcade começou uma série de histórias em quadrinhos e notícias sobre a dependência do jogo.[68] O show de discussão sobre video games Good Game deu-lhe um 7,5 e 9 de 10, elogiando sua criatividade e personalização, embora isso eles criticaram a falta de um tutorial.[69]

Em 5 de maio de 2011, Minecraft foi selecionado como um dos 80 jogos que seriam exibidos no Smithsonian American Art Museum, como parte de "The Art of Video Games", a exposição foi aberta em 16 de março de 2012.[70][71]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Troféus da Mojang

Desde o seu lançamento Minecraft já ganhou inúmeros prêmios, incluindo:

  • PC Gamer, "Jogo do Ano"[72]
  • Grande Prêmio do Independent Games Festival e "Prêmio do Público"[73]
  • Good Game, "Melhor Jogo para Download de 2010"[74]
  • Rock Paper Scissor, "Jogo do Ano"[75]
  • Indie DB's "Jogo Indie do Ano", "Mais Inovador e Melhor Singleplayer Indie"[76]
  • Game Developers Choice Awards, "Melhor Jogo de Estréia", "Melhor Jogo para Download" e "Prêmio de Jogo Mais Inovador"[77]

Referências na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Muitas referências foram feitas na cultura, em resposta à popularmente de Minecraft, isto inclui muitos memes e também referências nestes jogos:

  • Em Super Meat Boy, Steve?[78] é um personagem secreto. Ele é conhecido como Senhor Minecraft neste jogo.
  • Em Battlefield Heroes, você pode obter uma Camiseta Real do Minecraft ou Camiseta Nacional do Minecraft de 29th a 31st de 2011.[79]
  • Em Team Fortress 2, existe um chapéu chamado Top Notch que se assemelha ao avatar de Notch em forma de cubo.[80] Notch é a única pessoa que tem este chapéu.
  • Em The Elder Scrolls V: Skyrim e The Binding of Isaac, um item chamado "Notched Pickaxe" pode ser encontrado e utilizado, possivelmente, uma referência para o criador do jogo Notch, e as picaretas com características proeminentes do Minecraft.[81][82]
  • Em ChopLifter HD, há uma ilha escondida com o Steve e as galinhas na missão "Operation Charlie Takedown".[83] Quando você salvá-lo, você desbloqueia uma conquista no jogo. Deve-se notar que Steve é chamado de "Blockhead"("Cabeça quadrada") neste jogo.
  • Em Quube Twodee, um dos níveis tem uma face de Creeper.[carece de fontes]
  • No jogo de PlayStation 3, PixelJunk Shooter 2, há um pequeno Creeper na tela de título escondido entre outros inimigos nativos do Shooter 2.[carece de fontes]
  • Em Family Guy Online, a seção da tela de loading "Did you know?"("Você sabia?") tem a chance de dizer "Minecraft!".[carece de fontes]
  • Em Borderlands 2, há uma seção oculta do jogo com blocos no estilo de pedra e minérios do Minecraft, que são quebráveis​​. Há também inimigos Creepers nesta mesma área.
  • Em Torchlight 2, existe uma área chamada "Notch's Mine"("Mina do Notch"). Nele existem Creepers, que podem ser mortos para saque. Também estão escondidas espadas no jogo com os mesmos gráficos das espadas do Minecraft.
  • Na Patch 1.13 do Awesomenauts, uma nova skin para o personagem Clunk foi adicionada conhecida como Creeper Clunk. Ele é desbloqueado ao matar um Creeper Clunk.[84]
  • Um cartão de veículo em Dusk of D.A.W.N. é chamado "Mine Craft". A descrição na parte inferior diz "O Mine Craft é verdadeiramente top-notch".[85] A foto do Twitter do Notch está escondida no cartão.
  • Um dos muitos caminhos The Stanley Parable Eventualmente levará o jogador a um mundo Minecraft.[86]
  • Em Plague Inc, Um popular jogo para celular, há uma chance de uma mensagem na notícia aparecerá "mina de diamantes de qualidade superior na Suécia, atraindo mineiros e artesãos". Esta é uma referência ao valor dos diamantes, Notch, eo jogo em si.[87]
  • Na Terraria, Há um traje wearable creeper.[88]
  • Em Stealing The Diamond, Você precisa escolher "Esgueirar" e usar "picareta". Um creeper aparecerá e explodirá.[89]
  • No trailer do filme doThe Walking Deceased , O som do zumbi do Minecraft pode ser ouvido às 0:30.[90]
  • Na temporada 25 de The Simpsons, o episódio 17 teve um mordaça sofá conhecido como SimCraft, completo com Bartender Moe como um creeper soprando a casa.[91]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b